Frases de Padre António Vieira

Immagine di Padre António Vieira
Identikit e dados pessoais
Nome
António
Sobrenome
Vieira
Título
Padre
Nascido
6 Fevereiro 1608
Falecido
18 Julho 1697
Gênero
masculino
Nacionalidade
Portuguesa
Profissão
religioso, teólogo, escritor, orador
Signo do zodíaco
Aquário
Frases, citações e aforismos de Padre António Vieira
365 em português
Todas as frases de Padre António Vieira
  • “Quem quer mais do que lhe convém, perde o que quer e o que tem.”
    Padre António Vieira
  • “O livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive.”
    Padre António Vieira
  • “Nós somos o que fazemos. O que não se faz não existe. Portanto, só existimos quando fazemos. Nos dias que não fazemos, apenas duramos.”
    Padre António Vieira
  • “A boa educação é moeda de ouro. Em toda a parte tem valor.”
    Padre António Vieira
  • “O ofício há-de transformar-se em natureza, a obrigação há-de converter-se em essência, e devem os homens deixar o que são, para chegarem a ser o que devem.”
    Padre António Vieira
  • “Coisa dificultosa é que homens tão derramados nas coisas exteriores, cheguem a se ver interiormente, como convém.”
    Padre António Vieira
  • “Nenhuma coisa desengana a quem quer enganar-se.”
    Padre António Vieira
  • “Mais afronta a mesura de um adulador, que uma bofetada de um inimigo.”
    Padre António Vieira
  • “O amor em matéria de ausência, se é sofrido, não é grande; se não é impaciente, não é amor.”
    Padre António Vieira
  • “A admiração é filha da ignorância, porque ninguém se admira senão das coisas que ignora, principalmente se são grandes; é mãe da ciência, porque admirados os homens das coisas que ignoram, inquirem e investigam as causas delas até as alcançarem, e isto é o que se chama ciência.”
    Padre António Vieira
  • “O verdadeiro Socialismo consiste em: aquele que dá, dê conforme suas possibilidades; e aquele que recebe, receba conforme suas necessidades.”
    Padre António Vieira
  • “Saudar com os iguais é acto de amizade, com os maiores de urbanidade, e com todos de humanidade.”
    Padre António Vieira
  • “O bem ou é presente, ou passado, ou futuro:
    se é presente, causa gosto;
    se é passado, causa saudade;
    se é futuro, causa desejo.”

    Padre António Vieira
  • “E se um não é tão duro
    para quem o ouve,
    creio que não é menor
    a sua dureza para quem o diz.”

    Padre António Vieira
  • “Quereis só o que podeis, e sereis onipotentes.”
    Padre António Vieira
  • “Nenhum homem há que não dê pelo pão e ao pão todo o seu cuidado.”
    Padre António Vieira
  • “Os impérios e reinos não os dá nem os defende a espada da justiça, senão a justiça da espada.”
    Padre António Vieira
  • “Amar a quem nos aborrece, é acto de generosidade; aborrecer a quem nos ama, é acto de ingratidão.”
    Padre António Vieira
  • “Muitos cuidam da reputação, mas não da consciência.”
    Padre António Vieira
  • “O fruto, quando está maduro, se se não colhe, cai e apodrece. Não está a felicidade em viver muito, senão em viver bem.”
    Padre António Vieira
  • “Se servistes à pátria, que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis, ela o que costuma.”
    Padre António Vieira
  • “Quem não lê, não quer saber; quem não quer saber, quer errar.”
    Padre António Vieira
  • “Para conseguir efeitos grandes, e para levar a cabo empresas dificultosas, mais segura é uma ignorância bem aconselhada, que uma ciência presumida.”
    Padre António Vieira
  • “Instruir é construir.”
    Padre António Vieira
  • “Em havendo olhos maus, não há obras boas.”
    Padre António Vieira
  • “O primeiro efeito, ou consequência, da necessidade é o desprezo da honra; o segundo, a destruição da virtude.”
    Padre António Vieira
  • “Nenhum segredo é segredo perfeito, senão o que passa a ser ignorância, porque o segredo que se sabe, pode-se dizer, o que se ignora, não se pode manifestar.”
    Padre António Vieira
  • “Entre o conhecimento do bem e do mal há uma grande diferença: o mal conhece-se quando se tem e o bem quando se teve; o mal, quando se padece, o bem, quando se perde.”
    Padre António Vieira
  • “O querer e o poder, se divididos são nada, junto e unidos são tudo.”
    Padre António Vieira
    [Tags:lutar, poder, querer, união]
  • “Todos imos embarcados na mesma nau, que é a vida, e todos navegamos com o mesmo vento, que é o tempo.”
    Padre António Vieira
  • “Não é de heróis a vingança.”
    Padre António Vieira
  • “Não descuidar da sucessão, é reconhecer a mortalidade.”
    Padre António Vieira
    [Tags:filhos, futuro, morte, tempo]
  • “Do sábio é próprio mudar o parecer.”
    Padre António Vieira
  • “Não há coisa tão preciosa, e tão útil, que continuada não enfade.”
    Padre António Vieira
    [Tags:amor, fim, rotina]
  • “Os bons anos não os dá quem os deseja, senão quem os assegura.”
    Padre António Vieira
  • “Muito mais custa abrir a boca para pedir, que fechá-la para calar.”
    Padre António Vieira
    [Tags:coragem, falar, orgulho]
  • “As acções generosas, e não os pais ilustres, são as que fazem fidalgos.”
    Padre António Vieira
  • “As acções de cada um são a sua essência.”
    Padre António Vieira
  • “Viver do próprio a pão e água é a maior penitência: viver do alheio, ainda que seja a pão e água, é grande regalo. Tão saboroso bocado é o alheio!”
    Padre António Vieira
  • “Os afectos da nossa alma, se são extremamente intensos, ateiam-se pela vizinhança ao corpo, chegando o corpo a padecer por enfermidade o que a alma padece por sentimento.”
    Padre António Vieira
  • “O tudo deste mundo e do outro é a alma, não é o mundo.”
    Padre António Vieira
    [Tags:alma, mundo, viver]
  • “Estar todo em todo e todo em qualquer parte é propriedade só dos espíritos; e assim está em nós a nossa alma.”
    Padre António Vieira
  • “Aquele a quem convém mais do que é lícito, sempre quer mais do que convém.”
    Padre António Vieira
  • “Amar e não ser amado é ser mártir; ser amado e não amar é ser tirano.”
    Padre António Vieira
  • “O amor essencialmente é união e a união não pode unir um extremo, sem que una também o outro.”
    Padre António Vieira
    [Tags:amor, excesso, união]
  • “O amor perfeito, e que só merece o nome de amor, vive imortal sobre a esfera da mudança, e não chegam lá as jurisdições do tempo.”
    Padre António Vieira
  • “Em todas as outras coisas o deixar de ser é sinal de que já foram; no amor o deixar de ser é sinal de nunca ter sido.”
    Padre António Vieira
    [Tags:amor, esquecer, passado]
  • “O amor não é união de lugares, senão de vontades; se fora união de lugares, pudera-o desfazer a distância, mas como é união de vontades, não o pode esfriar a ausência.”
    Padre António Vieira
  • “Quem quiser apurar os quilates do amor, toque o amor do que se ama com o amor do que se deixa, e logo conhecerá quão fino é.”
    Padre António Vieira
  • “Se um homem está verdadeiramente arrependido, se conhece verdadeira e profundamente as suas culpas, nunca ninguém dirá dele tanto mal, que ele se não julgue por muito pior.”
    Padre António Vieira
Em destaque