Frases de Padre António Vieira

Immagine di Padre António Vieira
Identikit e dados pessoais
Nome
António
Sobrenome
Vieira
Título
Padre
Nascido
6 Fevereiro 1608
Falecido
18 Julho 1697
Gênero
masculino
Nacionalidade
Portuguesa
Profissão
religioso, teólogo, escritor, orador
Signo do zodíaco
Aquário
Frases, citações e aforismos de Padre António Vieira
365 em português
Todas as frases de Padre António Vieira
  • “Não há alegria neste mundo tão privilegiada, que não pague pensão à tristeza.”
    Padre António Vieira
  • “Há pessoas semelhantes à vela que se consomem para alumiar o caminho alheio.”
    Padre António Vieira
  • “Prudência é o saber acomodar, para melhor luzir e viver.”
    Padre António Vieira
  • “Entregar o coração com os olhos abertos, é querer a vista por prémio do amor: entregar o coração com os olhos fechados, é não querer no amor nem o prémio da vista.”
    Padre António Vieira
  • “Os que cuidam que tudo sabem necessitam de mais advertências, porque erram mais torpemente; por isso necessitam de mais conselhos, porque presumem que de nada carecem, cegueira em que os mais advertidos tropeçam.”
    Padre António Vieira
  • “A cabeça tem entendimento especulativo, as mãos têm entendimento prático, e este é só o entendimento que faz as coisas.”
    Padre António Vieira
  • “Como na guerra não há coisa mais para estimar que o vencer, assim não há outra mais para temer que a mesma vitória.”
    Padre António Vieira
  • “Perguntado a um grande filósofo, qual era a melhor terra do mundo, respondeu a mais deserta, porque tinha os homens mais longe.”
    Padre António Vieira
  • “A maior parte do que sabemos é a menor do que ignoramos.”
    Padre António Vieira
  • “Enquanto Portugal teve homens de havemos de fazer (que sempre os teve) não tivemos liberdade, não tivemos reino, não tivemos coroa. Mas tanto que tivemos homens de quid facimus (que fazemos), logo tivemos tudo.”
    Padre António Vieira
Em destaque