Frases de Molière

Immagine di Molière
Identikit e dados pessoais
Nome
Jean-Baptiste
Sobrenome
Poquelin
Apelido
Molière
Nascido
15 Janeiro 1622 em Parigi
Falecido
17 Fevereiro 1673 em Parigi
Gênero
masculino
Nacionalidade
Francesa
Profissão
ator, dramaturgo
Signo do zodíaco
Capricórnio
Livros de Molière
Frases, citações e aforismos de Molière
56 em português
Todas as frases de Molière
  • “Só encontro, em toda parte, vil bajulação, Injustiça, mentira, calúnia e traição.”
    Molière
    [Tags:mundo, pecado, vícios]
  • “O Natal é um excelente tempo para a alegria de pensar naqueles que amamos.”
    Molière
    [Tags:alegria, amar, natal]
  • “E é preciso olhar pra si mesma bem fundo, Antes de se querer condenar todo o mundo.”
    Molière
  • “O escândalo do mundo é o que faz a ofensa,
    E pecar em silêncio não é pecar totalmente.”

    Molière
    [Tags:pecado, pecadores]
  • “Foge a razão perfeita a toda a extremidade,
    E deve a gente ser sagaz com sobriedade.”

    Molière
  • “Eu vivo de boa sopa e não da linguagem.”
    Molière
    [Tags:comer, viver]
  • “Os animais não são tão animalescos como se pensa.”
    Molière
    [Tags:animais]
  • “A virtude é o primeiro título de nobreza; eu não presto tanta atenção ao nome desta ou daquela pessoa, mas antes aos seus atos.”
    Molière
    [Tags:nobreza, virtude]
  • “Se alguém chega e me abraça, com imensa alegria,
    É meu dever tratá-lo com igual cortesia,
    E responder às suas amabilidades,
    Trocar civilidades por civilidades.”

    Molière
    [Tags:gentileza]
  • “Por Deus, como é covarde, indigno e condenável
    Trair-se e ter a alma assim tão maleável.”

    Molière
    [Tags:mudar, opiniões]
  • “Mas nada do que eu disse pode ser mudado;
    Do que é perverso o mundo está tão recoberto,
    Que me afastar dos homens para mim é o certo.”

    Molière
  • “Ao mundo em que se vive é forçoso ceder, Ser um pouco gentil pra poder conviver.”
    Molière
  • “A nossa preferência sempre escolhe a alguém: Quem gosta de todos não gosta de ninguém.”
    Molière
  • “Deveríamos olhar demoradamente para nós próprios antes de pensarmos em julgar os outros.”
    Molière
  • “A estima assenta sempre em qualquer fundo, e não se estima ninguém quando se estima todo o mundo.”
    Molière
    [Tags:admiração]
  • “Quem dos outros ri, deve recear que, como vingança, também se riam de si.”
    Molière
    [Tags:ironia, rir, vingança]
  • “Um tolo que não diz palavra não se distingue de um sábio que se cala.”
    Molière
  • “Um parvo sábio é mais parvo do que um parvo ignorante.”
    Molière
  • “Os erros mais breves são sempre os melhores.”
    Molière
    [Tags:erros]
  • “É longo o caminho que vai do projecto à coisa.”
    Molière
    [Tags:agir, realização]
  • “É uma estranha empresa, essa de fazer rir as pessoas de bem.”
    Molière
    [Tags:comédia, rir]
  • “Bem comido, a minha alma de nada quer saber. E nem os maiores desgostos a conseguem comover.”
    Molière
  • “A virtude neste mundo é sempre maltratada; os invejosos morrerão, mas a inveja é poupada.”
    Molière
    [Tags:inveja, virtude]
  • “A palavra foi dada ao homem para explicar os seus pensamentos, e assim como os pensamentos são os retratos das coisas, da mesma forma as nossas palavras são retratos dos nossos pensamentos.”
    Molière
  • “Quase nos inspiram o desejo de pecar, os mil e um cuidados para o evitar.”
    Molière
  • “É comprida a estrada que vai desde a intenção até à execução.”
    Molière
    [Tags:agir, intenção]
  • “E de todas é uma loucura sem par, este mundo querer-se endireitar.”
    Molière
    [Tags:loucura]
  • “Não somos responsáveis apenas pelo que fazemos, mas também pelo que deixamos de fazer.”
    Molière
  • “O mundo [...], que coisa estranha é o mundo! A maledicência geral, por exemplo. Como todo mundo gosta de falar dos outros!”
    Molière
    [Tags:mundo]
  • “Em qualquer empreendimento o dinheiro é a chave mestra.”
    Molière
    [Tags:agir, dinheiro]
  • “Para quem acha os chifres a suprema vergonha, não casar é a única maneira de estar bem seguro.”
    Molière
  • “A maior ambição da mulher é despertar o amor.”
    Molière
  • “Viver sem amar não é realmente viver.”
    Molière
    [Tags:amar, viver]
  • “Nada vale o mérito de uma mulher que desconhece a bondade.”
    Molière
  • “O ciúme é odioso quando proveniente de alguém que nos desagrada, mas pode até ser agradável quando demonstra as inquietudes de um enamorado que nos cativou e que assim mostra seu apreço. Quanto mais zelo patentear, mais amor nos merece.”
    Molière
  • “A missão da comédia é representar em geral todos os defeitos do homem, e, em particular, dos homens de nosso tempo.”
    Molière
    [Tags:comédia, época]
  • “O desprezo é uma pílula amarga, que se pode engolir, mas que se não pode mastigar sem fazer caretas.”
    Molière
    [Tags:desprezo]
  • “Se vós me reduzis ao desespero, advirto-vos de que uma mulher em tal estado é capaz de tudo.”
    Molière
  • “A escola da experiência é a mais educativa.”
    Molière
    [Tags:experiência]
  • “Eu prefiro viver dois dias na terra do que mil anos na história.”
    Molière
    [Tags:fama, história, viver]
  • “Todos os vícios, quando estão na moda, passam por virtudes.”
    Molière
    [Tags:virtude, vícios]
  • “É uma virtude esquecer agravos.”
    Molière
  • “As pessoas podem ser induzidas a engolir qualquer coisa, desde que suficientemente temperada com elogios.”
    Molière
  • “O improviso é a pedra de toque do espírito.”
    Molière
    [Tags:imprevistos]
  • “Se tentares suprimir a dor, é possível que a dupliques.”
    Molière
    [Tags:dor]
  • “Como um sábio tolo é mais tolo que um tolo ignorante!”
    Molière
  • “As injúrias dos amantes nunca ofendem; há amores arrebatados e há amores adocicados. Em ocasiões semelhantes, as palavras mais estranhas e por vezes coisa pior, tomam-se de preferência como provas de afeição por aqueles mesmos que as ouvem.”
    Molière
  • “As mulheres, numa palavra, não valem o diabo.”
    Molière
    [Tags:mulheres]
  • “Prefiro o vício tolerante à virtude obstinada.”
    Molière
    [Tags:virtude, vícios]
  • “Quase todos os homens morrem de seus remédios, não de suas doenças.”
    Molière
Em destaque