Frase de Fernando Pessoa Frases de Fernando Pessoa
Detalhes da frase Frases
Amor

14/02/2013 às 16:20
Avaliação média excelente 21 Curiosidades 4251
3 vezes
2 vezes
372
Avaliação média excelente 21
Tags
Comentários sobre a frase
No dia 15/06/2014 às 12:19 comentou:
Embuste ,particularmente a maior verdade de todas as verdades. Como pode o amor crescer na ausência de autoestima,como pode o amante partilhar algo que descoconhece? Duas questões numa só frase. Sabendo eu a ignorância de tal perfixo poderei declama-lo como afirmativo. É o amor a subjugação destrutiva de uma alma que como um almanaque vive? Quantos enganos e enganados vivem a letargia de um engano dos sentidos ,prendendo no seu laço e regaço a ilusão de um amor inexistente. Quem ama não sacrifica, não pede sacrificio apenas conhece o objecto desse sentimento como todos os vasos sentidos do seu ser. Quem ama, sabe quem é, quem é apenas amado desconhece a força em que se move esse sentimento. Hove um tempo que inspirar amor era uma maxima pré-defenida, houve outro que esses ditames eram ditados por valores alheios á vontade de cada elemento, houve também o tempo do amor seria uma condição e hoje Fernando, o amor é apenas uma vontade desfeita após a palavra " saturação " chega. Em qual delas acreditarias se te fosse permitida a eternidade? Talvez naquela em que eu acredito, " conhece-te a ti próprio" . Sabe quem és , até aonde és capaz de ir e o que te é permitido partilhar e com quem. Para amar é condição necessária ser surdo, ser mudo e cego. Estar intimamente ligado aoa sentidos,esses que por vezes enganam. Amar é condição de vida ,por muito que queiras esconder amas-te, muito, imtensamente, de tal maneira te tocou o amor que se tornou condição para a escrita. Só quem descreve o amor como tu o fazes o pode fer sentido como o sentiste.
Frases relacionadas
Em destaque