Frases de Adélia Prado

Immagine di Adélia Prado
Identikit e dados pessoais
Nome
Adélia Luzia
Sobrenome
Prado Freitas
Apelido
Adélia Prado
Nascido
13 Dezembro 1935
Gênero
feminino
Nacionalidade
brasileira
Profissão
poeta, acadêmico, filósofo
Signo do zodíaco
Sagitário
Frases, citações e aforismos de Adélia Prado
54 em português
Todas as frases de Adélia Prado
  • “Tudo que a memória amou já ficou eterno.”
    Adélia Prado
  • “Deus de vez em quando me tira a poesia e eu olho pedras e vejo pedras mesmo.”
    Adélia Prado
    [Tags:realismo]
  • “Assim que escurecer vou namorar.
    Que mundo ordenado e bom!
    Namorar quem?
    Minha alma nasceu desposada
    com um marido invisível.”

    Adélia Prado
    [Tags:liberdade, viver]
  • “Minha mãe achava estudo a coisa mais fina do mundo.
    Não é. A coisa mais fina do mundo é o sentimento.”

    Adélia Prado
  • “Beleza não é luxo. É uma necessidade!”
    Adélia Prado
  • “Meu coração vai desdobrando os panos, se alargando aquecido, dando a volta ao mundo, estalando os dedos pra pessoa e bicho.”
    Adélia Prado
    [Tags:amar, bondade, caridade]
  • “Vale a pena esperar, contra toda a esperança, o cumprimento da promessa que Deus fez a nossos pais no deserto. Até lá, o sol com chuva, o arco-íris, o esforço de amor, o maná em pequeninas rodelas, tornam boa a vida. A vida rui? A vida rola mas não cai. A vida é boa.”
    Adélia Prado
    [Tags:deus, existência]
  • “O transe poético é o experimento de uma realidade anterior a você. Ela te observa e te ama. Isto é sagrado. É de Deus. É seu próprio olhar pondo nas coisas uma claridade inefável. Tentar dizê-la é o labor do poeta.”
    Adélia Prado
    [Tags:poesia, poeta]
  • “Quando nasci um anjo esbelto, desses que tocam trombeta, anunciou: vai carregar bandeira, vai ser coxo na vida, é maldição para homem. Mulher é desdobrável. Eu sou.”
    Adélia Prado
  • “Uma ocasião,
    meu pai pintou a casa toda
    de alaranjado brilhante.
    Por muito tempo moramos numa casa,
    como ele mesmo dizia,
    constantemente amanhecendo.”

    Adélia Prado
  • “Eu acho que Deus é uma projeção humana, é um desejo infinito que nós temos de adoração, e de algo que nos suspende com o sentido absoluto.”
    Adélia Prado
    [Tags:admiração, deus]
  • “Desejo a máquina do tempo
    para que não haja o havido
    e eu recomece misericordiosamente.”

    Adélia Prado
  • “Fui dormir umas vezes tão feliz, que, se
    soubesse minha força, levitava.
    Em outras, tanta foi a tristeza que fiz versos.”

    Adélia Prado
  • “Eu ponho o amor no pilão com cinza e grão de roxo e soco. Macero ele, faço dele cataplasma e ponho sobre a ferida.”
    Adélia Prado
  • “Um corpo quer outro corpo, uma alma quer outra alma e seu corpo. Este excesso de realidade me confunde.”
    Adélia Prado
  • “Não me falou em amor. Essa palavra de luxo.”
    Adélia Prado
    [Tags:amor]
  • “Meu Deus, me dê cinco anos.
    Me dá a mão, me cura de ser grande!”

    Adélia Prado
  • “Faça-se a dura vontade do que habita meu peito: Vem, Jonathan, traz flores pra minha mãe e um par de algemas pra mim.”
    Adélia Prado
    [Tags:pena, resignação]
  • “Quando dói, grito ai,
    quando é bom, fico bruta.
    As sensibilidades sem governo.
    Mas tenho meus prantos,
    claridades atrás do estômago humilde
    e fortíssima voz pra cânticos de festa.”

    Adélia Prado
  • “Quero comer bolo de noiva,
    puro açúcar, puro amor carnal
    disfarçado de corações e sininhos:
    um branco, outro cor-de-rosa,
    um branco, outro cor-de-rosa.”

    Adélia Prado
  • “A gente tem sede de infinito e de permanência, então, esse ser que assegura a permanência das coisas, é que eu chamo de Deus. É o absoluto.”
    Adélia Prado
    [Tags:deus, , infinito]
  • “Sofro por causa do meu espírito de colecionador-arqueólogo.
    Quero pôr o bonito numa caixa com chave
    para abrir de vez em quando e olhar.”

    Adélia Prado
    [Tags:beleza, egoísmo]
  • “Me dão mingaus, caldos quentes, me dão prudentes conselhos, eu quero é a ponta sedosa do teu bigode atrevido, a tua boca de brasa.”
    Adélia Prado
  • “Um trem-de-ferro é uma coisa mecânica,
    mas atravessa a noite, a madrugada, o dia,
    atravessou minha vida,
    virou só sentimento.”

    Adélia Prado
  • “Me consola, moço.
    Fala uma frase, feita com o meu nome,
    Para que ardam os crisântemos
    E eu tenha um feliz Natal!...”

    Adélia Prado
    [Tags:consolo, natal, ternura]
  • “Eu quero depois, quando viver de novo, a ressurreição e a vida escamoteando o tempo dividido, eu quero o tempo inteiro.”
    Adélia Prado
  • “Então eu virei pra ela e falei assim: ah, nada, boba, também é assim, se der, bem, se não der, amém, toca pra frente.”
    Adélia Prado
  • “Estremecerei de susto até dormir, e no entanto é tudo tão pequeno. Para o desejo do meu coração, o mar é uma gota.”
    Adélia Prado
  • “O sonho encheu a noite
    Extravasou pro meu dia
    Encheu minha vida
    E é dele que eu vou viver
    Porque sonho não morre.”

    Adélia Prado
  • “A vida é muito bonita,
    basta um beijo
    e a delicada engrenagem movimenta-se,
    uma necessidade cósmica nos protege.””

    Adélia Prado
    [Tags:amar, beijo, mundo, viver]
  • “O amor me fere é debaixo do braço, de um vão entre as costelas, atinge o meu coração é por esta via inclinada.”
    Adélia Prado
  • “Tudo manha, truque, engenho: é descuidar, o amor te pega, te come, te molha todo. Mas água o amor não é.”
    Adélia Prado
    [Tags:amor, apaixonar-se]
  • “O amor usa o correio, o correio trapaceia, a carta não chega, o amor fica sem saber se é ou não é.”
    Adélia Prado
  • “Eu mesma não entendo minha enormíssima paciência de ficar à toa, só pensando, pensando e sentindo.”
    Adélia Prado
  • “Se pudesse, hoje, varria, isso mesmo, varria as pessoas todas com vassoura, como se fossem ciscos.”
    Adélia Prado
  • “Minha tristeza não tem pedigree,
    já a minha vontade de alegria,
    sua raiz vai ao meu mil avô.”

    Adélia Prado
  • “Quero você na minha frente, estático, e eu para todo o sempre olhando, olhando, olhando...”
    Adélia Prado
  • “Aqui se passa fome, aqui se odeia, aqui se é feliz, no meio de invenções miraculosas.”
    Adélia Prado
  • “Preciso mentir um pouco para que o ritmo aconteça e eu própria entenda o discurso.”
    Adélia Prado
  • “Estou no começo do meu desespero, e só vejo dois caminhos: ou viro doida, ou santa.”
    Adélia Prado
  • “Quanto a mim, dou graças pelo que agora sei e, mais que perdoo, eu amo.”
    Adélia Prado
  • “O que a memória ama, fica eterno.
    Te amo com a memória, imperecível.”

    Adélia Prado
  • “Deus é mais belo que eu.
    E não é jovem.
    Isto sim, é consolo.”

    Adélia Prado
    [Tags:beleza, deus, velhice]
  • “Ama e nem sabe mais o que ama.”
    Adélia Prado
    [Tags:amar]
  • “Quem carrega o mar nos seus limites tem carinho com o mar.”
    Adélia Prado
    [Tags:mar]
  • “Há sempre uma razão, embora não haja nenhuma explicação.”
    Adélia Prado
    [Tags:razão]
  • “A coisa mais fina do mundo é o sentimento.”
    Adélia Prado
  • “Não tenho tempo algum, porque ser feliz me consome.”
    Adélia Prado
  • “Para o desejo do meu coração, o mar é uma gota.”
    Adélia Prado
    [Tags:coração, desejo]
  • “Divago, quando o que quero é só dizer te amo.”
    Adélia Prado
    [Tags:amar]
Em destaque