Frases de Saul Bellow

Immagine di Saul Bellow
Identikit e dados pessoais
Nome
Saul
Sobrenome
Bellow
Nascido
10 Junho 1915 em Lachine, Quebec
Falecido
5 Abril 2005 em Brookline
Gênero
masculino
Nacionalidade
Americana
Profissão
escritor, dramaturgo
Prêmios
prémio Nobel de literatura de 1976
Signo do zodíaco
Gêmeos
Livros de Saul Bellow
Frases, citações e aforismos de Saul Bellow
21 em português
Todas as frases de Saul Bellow
  • “Quando estava na faculdade, li todos aqueles livros clínicos sobre o sexo: Havelock Ellis, Freud, Krafft-Ebing. Não é novidade para mim que os homens que se casam com mulheres bonitas são com freqüência alvo da suspeita do homossexualismo. Eles contam com suas mulheres para atrair admiradores.”
    Saul Bellow
  • “Apaixonar-se, apesar de tudo, é uma prova de sanidade mental, pois no amor descobrimos uma generosidade ilimitada.”
    Saul Bellow
  • “Pense de maneira favorável sobre si mesmo e você vencerá. Perca a autoestima, e você está acabado.”
    Saul Bellow
    [Tags:autoestima]
  • “Não se iluda, reis são os doentes mais sublimes. Os heróis Maníaco-Depressivos empurram a humanidade para os seus ciclos e carregam todo mundo.”
    Saul Bellow
    [Tags:depressão, herói]
  • “Tenho o pressentimento de que na vida a gente olha, de dentro do ego, nosso centro. Na morte, ficamos na periferia olhando para dentro.”
    Saul Bellow
    [Tags:julgar, morrer]
  • “O amor é uma força que não consegue nos deixar em paz. E não consegue porque devemos nossa existência a atos de amor praticados antes de nós, porque o amor é uma dívida permanente da alma.”
    Saul Bellow
    [Tags:amor]
  • “Poeta, pensador, bebedor problemático, ingestor de pílulas, homem de gênio, maníaco-depressivo, maquinador requintado, história de sucesso, no passado escreveu poemas de grande argúcia e beleza.”
    Saul Bellow
    [Tags:poeta]
  • “Pusemos tanta ênfase no erótico que toda a excentricidade da alma acabou jorrando para os pés. Os efeitos são tão distorcidos, a carne assume curvas tão floreadas que nada mais vai calçar direito. Assim, a deformidade suplantou o amor.”
    Saul Bellow
  • “Às vezes tenho uma sensação engraçada, como se tivesse sido selado e carimbado e me tivessem enviado pelo correio e que, num endereço importante, estavam à espera da minha chegada. Eu posso até conter informações incomuns. Mas isso não passa do silêncio de costume.”
    Saul Bellow
  • “Fizemos experiências com todas as capacidades humanas para ver qual é forte e admirável, o provamos que nenhuma é. Existe somente senso prático.”
    Saul Bellow
  • “Mas qual é a filosofia dessa geração? Não que Deus está morto; esse ponto foi ultrapassado há muito tempo. Talvez pudesse ser estabelecido: a morte é Deus. Essa geração pensa (e este é seu pensamento dos pensamentos) que nada fiel, vulnerável e frágil pode ser durável ou ter poder duradouro.”
    Saul Bellow
  • “A morte espera por estas coisas assim como um chão de cimento espera por uma lâmpada que cai. A frágil concha de vidro perde seu minúsculo vácuo com um estrondo, e é tudo. É assim que ensinamos metafísica uns para os outros.”
    Saul Bellow
    [Tags:morte]
  • “Se o velho Deus existe, deve ser um assassino. Mas o único deus verdadeiro é a morte.”
    Saul Bellow
    [Tags:deus, morte]
  • “Estar preparado para responder a todas as perguntas é o sinal infalível da estupidez.”
    Saul Bellow
  • “Vive ou morre, mas não envenenes tudo à tua volta.”
    Saul Bellow
  • “Responda a um tolo de acordo com sua tolice e ele será sábio. Não responda a um tolo de acordo com sua tolice e você será tolo como ele.”
    Saul Bellow
  • “Intrusões inesperadas de beleza. É isso que a vida é.”
    Saul Bellow
  • “Tens que lutar pela tua vida. Essa é a condição principal para que a possas segurar.”
    Saul Bellow
    [Tags:lutar, viver]
  • “Às vezes desperdiçamo-nos: o nosso verdadeiro desejo é deixar de viver exclusivamente para nós próprios.”
    Saul Bellow
    [Tags:egoísmo, viver]
  • “Fui forçado a me perguntar se eu algum dia verteria uma lágrima diante dos túmulos dos meus pais, supondo-se que ainda estivesse vivo quando de sua mortes.”
    Saul Bellow
    [Tags:chorar, luto, morrer, pais]
  • “Freud ensinou que o amor era a supervalorização. Ou seja, se você visse o objeto amado como realmente é, não seria capaz de amá-lo.”
    Saul Bellow
Em destaque