30 frases marcantes de livros (A-M)

30 frases marcantes de livros (A-M)

30 cit.

Algum tempo atrás, Amazon publicou uma lista de passagens destacadas pelos usuários e trechas da famosa série de livros "50 Tons". Com enorme surpresa, nem sequer um deles teve frases "quentes". A atenção dos leitores, muitas vezes, é buscar em cada livro a verdadeira, profunda e filosófica mensagem. Hoje queremos vos ajudar com este post. Resolvemos coletar 30 frases filosóficas dos mais belos e famosos livros que começam com letras de A até M.

Do livro: As intermitências da morte

“Momentos de fraqueza na vida qualquer um os poderá ter e, se hoje passamos sem eles, tenhamo-los por certos amanhã.”

José Saramago

Do livro: Cem Anos de Solidão

“O essencial é não perder a orientação.”

Gabriel García Márquez

Do livro: As Aventuras de Sherlock Holmes

“A vida é infinitamente mais estranha do que tudo que a mente humana seria capaz de inventar.”

Sir Arthur Conan Doyle

Do livro: Clube da Luta

“Apenas somos. Apenas existimos e o que acontecer aconteceu.”

Chuck Palahniuk

Do livro: A elegância do ouriço

“Que é educar? É propor incansavelmente camélias sobre o musgo...”

Muriel Barbery

Do livro: Cartas a um Jovem Poeta

“No restante, deixe a vida acontecer. Acredite-me: a vida tem razão em todos os casos.”

Rainer Maria Rilke

Do livro: A consciência de Zeno

“A vida não é nem feia, nem bonita, mas é original!”

Italo Svevo

Do livro: A insustentável leveza do ser

“Se pode com razão, criticar o homem por ser cego a esses acasos, privando a vida da sua dimensão de beleza.”

Milan Kundera

Do livro: A jangada de pedra

“É bem certo que as palavras nunca estão à altura da grandeza dos momentos.”

José Saramago

Do livro: A mulher desiludida

“Endurecemos em alguns lugares, apodrecemos em outros, não amadurecemos nunca.”

Simone de Beauvoir

Do livro: Coisas que ninguém sabe

“A beleza nasce dos limites, sempre.”

Alessandro D'Avenia

Do livro: Alice através do espelho e O que ela encontrou por lá

“Pode chamar isso de 'absurdo' se quiser, mas já ouvi absurdos que fariam este parecer tão sensato quanto um dicionário.”

Lewis Carroll

Do livro: A Peste

“É no momento da desgraça que a gente se habitua à verdade, quer dizer, ao silêncio.”

Albert Camus

Do livro: Zen e a Arte da Manutenção de Motocicletas

“O mais importante é aprender a não se perder.”

Robert M. Pirsig

Do livro: As Pontes de Madison

“Previsibilidade é uma coisa, medo de mudar é outra.”

Robert James Waller

Do livro: A Comédia Humana

“Ninguém morre por nada. Todos morrem procurando a graça, a imortalidade, procurando verdade e a justiça,e, um dia, esse grande corpo do homem, que somos todos nós, sem qualquer exceção, conseguirá o que quer.”

William Saroyan

Do livro: A Literatura em Perigo

“Somos todos feitos do que os outros seres humanos nos dão: primeiro nossos pais, depois aqueles que nos cercam; a literatura abre ao infinito essa possibilidade de interação com os outros e, por isso, nos enriquece infinitamente.”

Tzvetan Todorov

Do livro: A Menina que Roubava Livros

“Primeiro, as cores. Depois, os humanos. Em geral, é assim que vejo as coisas. Ou, pelo menos, é o que tento.”

Markus Zusak

Do livro: A Arte de Amar

“Reconhecer nossos hábitos e sorrir para eles é uma atenção mental apropriada. Isso nos ajuda a criar caminhos neurais novos e bem mais benéficos.”

Thich Nhat Hanh

Do livro: A Montanha Mágica

“O que se chama tédio é, na realidade, antes uma brevidade mórbida do tempo, provocada pela monotonia.”

Thomas Mann

Do livro: A Consciência das Palavras

“Ninguém será hoje um poeta se não duvidar seriamente de seu direito de sê-lo.”

Elías Canetti

Do livro: Altos voos e quedas livres

“A tristeza é uma espécie de ferrugem da alma, que cada ideia nova contribui para limpar.”

Julian Barnes

Do livro: A Cidade do Sol

“De todas as dificuldades que uma pessoa tem de enfrentar, a mais sofrida é, sem dúvida, o simples ato de esperar.”

Khaled Hosseini

Do livro: A Garota das Laranjas

“Nós vivemos dentro de um grande conto de fadas, do qual ninguém faz realmente ideia.”

Jostein Gaarder

Do livro: A Balada de Adam Henry

“A infinita variedade da condição humana impede qualquer definição arbitrária.”

Ian McEwan

Do livro: A amiga genial

“Não há gestos, palavras, suspiros que não contenham a soma de todos os crimes que os seres humanos cometeram e cometem.”

Elena Ferrante

Do livro: A Obra em Negro

“Mas não há ninguém tão tolo que não seja um pouco sábio.”

Marguerite Yourcenar

Do livro: A identidade

“O que é um segredo íntimo? Será que é nisso que reside o que há de mais individual, de mais original, de mais misterioso num ser humano?”

Milan Kundera

Do livro: A Dama das Camélias

“Aconteça o que acontecer, nada apaga da memória a criança que um dia fomos.”

Alexandre Dumas (filho)

Do livro: Leite derramado

“O ciúme é a espécie mais introvertida das invejas, e mordendo-se todo, põe nos outros a culpa da sua feiura.”

Chico Buarque

Pode te interessar também:
Em destaque