A insustentável leveza do ser

Livro A insustentável leveza do ser
Título: A insustentável leveza do ser
Título original: Nesnesitelná lehkost bytí
Autor:Milan Kundera
Ano de lançamento: 1984
  • “Não existe meio de verificar qual é a decisão acertada, pois não existe termo de comparação. Tudo é vivido pela primeira vez e sem preparação. Como se um ator entrasse em cena sem nunca ter ensaiado.”
    Milan Kundera
  • “Aquilo que não é conseqüência de uma escolha não pode ser considerado mérito ou fracasso.”
    Milan Kundera
  • “O amor não se manifesta no desejo de fazer amor com alguém, mas no desejo de partilhar o sono.”
    Milan Kundera
  • “Talvez a razão pela qual não sejamos capazes de amar seja porque ansiamos ser amados, isto é, exigimos algo (amor) do nosso parceiro em vez de nos darmos genuinamente a ele sem nada exigir, querendo apenas a sua companhia.”
    Milan Kundera
    [Tags:amar, casal, dar]
  • “Procuramos sempre o peso das responsabilidades, quando o que na verdade almejamos é a leveza da liberdade.”
    Milan Kundera
  • “Quando não cuidamos do corpo, tornamo-nos mais fácil vítima dele.”
    Milan Kundera
    [Tags:corpo, cuidar]
  • “A história é tão leve quanto a vida do indivíduo, insustentavelmente leve, leve como uma pluma, como uma poeira que voa como uma coisa que vai desaparecer amanhã.”
    Milan Kundera
  • “Se pode com razão, criticar o homem por ser cego a esses acasos, privando a vida da sua dimensão de beleza.”
    Milan Kundera
  • “Antes de sermos esquecidos, seremos transformados em kitsch.O kitsch é a estação intermediária entre o ser e o esquecimento.”
    Milan Kundera
  • “Tomas repete para si mesmo o provérbio alemão: einmal ist keinmal, uma vez não conta, uma vez é nunca. Não poder viver mais do que uma vida é como não viver nunca.”
    Milan Kundera
    [Tags:morrer, vida, viver]
  • “Sentiu um peso, mas não era o peso do fardo e sim da insustentável leveza do ser.”
    Milan Kundera
    [Tags:existência]
  • “Mas o que pode valer a vida, se o primeiro ensaio da vida, já é a própria vida.”
    Milan Kundera
  • “Nesse mundo tudo é perdoado por antecipação e tudo é, portanto, cinicamente perdido.”
    Milan Kundera
    [Tags:perda, perdão]
  • “O que é vertigem? Medo de cair? Mas porque temos vertigem num mirante cercado por uma balaustra sólida? Vertigem não é o medo de cair, é outra coisa. É a voz do vazio debaixo de nós, que nos atrae e nos envolve, é o desejo da queda do qual nos defendemos aterrorizados.”
    Milan Kundera
    [Tags:medo, vertigem]
  • “Não era a vaidade que a atraia para o espelho, mas o espanto de descobrir-se.”
    Milan Kundera
  • “Tinha lágrimas nos olhos e estava infinitamente feliz por ouvi-lo respirar a seu lado.”
    Milan Kundera
  • “Nunca somos nós mesmos quando há plateia.”
    Milan Kundera
  • “As metáforas são muito perigosas. Não se brinca com as metáforas. O amor pode nascer de uma simples metáfora.”
    Milan Kundera
    [Tags:amor, metáforas]
  • “A vida humana acontece só uma vez, e não poderemos jamais verificar qual seria a boa ou a má decisão, porque, em todas as situações, só podemos decidir uma vez. Não nos são dadas uma primeira, segunda, terceira ou quarta chance para que possamos comparar decisões diferentes.”
    Milan Kundera
    [Tags:decisões, vida]
  • “O mito do eterno retorno nos diz por antecipação que nós só vivemos uma vez, e sem repetições, portanto, nunca poderemos comparar uma situação com outra.”
    Milan Kundera
    [Tags:viver]
  • “Para ele, a música é libertadora: ela o liberta da solidão e da clausura, da poeira das bibliotecas, e lhe abre no corpo as portas por onde a alma pode sair para confraternizar.”
    Milan Kundera
    [Tags:alma, música, solidão]
  • “Mas era justamente o fraco que devia ser forte e partir quando o forte fosse fraco demais para poder ofender o fraco.”
    Milan Kundera
    [Tags:força, fraqueza]
  • “A nossa vida não é como um rascunho, a gente não pode simplesmente amassar o papel e começar tudo novamente.”
    Milan Kundera
    [Tags:existência, mudar]
  • “O que importava era o traço dourado, o traço mágico que ela havia imprimido na vida dele e que ninguém poderia tirar.”
    Milan Kundera
  • “Torturava-se com recriminações, mas terminou por se convencer de que era no fundo normal que não soubesse o que queria: nunca se pode saber aquilo que se deve querer pois só se tem uma vida e não se pode nem compará-la com as vidas anteriores nem corrigi-la nas vidas posteriores.”
    Milan Kundera
  • “O sono compartilhado é o corpo de delito do amor.”
    Milan Kundera
    [Tags:dormir, partilhar, sono]
  • “Os extremos delimitam a fronteira para além da qual a vida termina, e a paixão pelo extremismo, tanto em arte como em política, é um desejo de morte disfarçado.”
    Milan Kundera
    [Tags:morte, vida]
  • “Os amores são como os impérios: quando a ideia em que foram baseados desmorona, eles, também, se desvanecem.”
    Milan Kundera
    [Tags:amor, império]
  • “O valor de um ser humano reside na capacidade de ir além de ele próprio, de sair de dentro de si próprio, de existir dentro de si próprio e para as outras pessoas.”
    Milan Kundera
  • “O ódio é uma cilada na medida em que nos ata demasiado fortemente ao nosso adversário.”
    Milan Kundera
    [Tags:ódio]
  • “Mas faz alguém que se tenha apaixonado ouvir o ronco do seu estômago, e a unidade de corpo e alma, essa ilusão lírica da idade da ciência, imediatamente cai por terra.”
    Milan Kundera
    [Tags:alma, corpo, união]
  • “Um homem possuído pela paz está sempre a sorrir.”
    Milan Kundera
    [Tags:paz, seriedade]
  • “A cultura desaparece numa multidão de produções, numa avalanche de frases, na demência da quantidade.”
    Milan Kundera
    [Tags:cultura]
  • “Trair é sair da ordem. Trair é sair da ordem e partir para o descoonhecido.”
    Milan Kundera
    [Tags:trair]
  • “Por mais cruel que tenha sido a vida, no cemitério sempre existe a mesma serenidade.”
    Milan Kundera
    [Tags:morte, serenidade, vida]
  • “Não existe nada mais pesado que a compaixão. Mesmo nossa própria dor não é tão pesada como a dor co-sentida , com o outro, pelo outro, no lugar do outro, multiplicada pela imaginação, prolongada em centenas de ecos.”
    Milan Kundera
    [Tags:compaixão]
  • “Os amores são como impérios: desaparecendo a ideia sobre a qual foram construídos, morrem junto com ela.”
    Milan Kundera
    [Tags:amor]
  • “Só o acaso pode ser interpretado como uma mensagem. Aquilo que acontece por necessidade, aquilo que é esperado e que se repete todos os dias, não é senão uma coisa muda. Somente o acaso tem voz. Tentamos interpretar o acaso como as ciganas lêem o fundo de uma xícara o desenho deixado pela borra de café.”
    Milan Kundera
    [Tags:acaso]
  • “As perguntas realmente sérias são apenas aquelas que uma criança pode formular. Só as perguntas mais ingênuas são realmente perguntas sérias.”
    Milan Kundera
  • “Como condenar o que é efêmero? As nuvens alaranjadas do crepúsculo douram todas as coisas, como o encanto da nostalgia; até mesmo a guilhotina.”
    Milan Kundera
    [Tags:nuvens]
  • “O acaso tem seus sortilégios, a necessidade não. Para que um amor seja inesquecível, é preciso que os acasos se encontrem nele desde o primeiro instante como os pássaros nos ombros de São Francisco de Assis.”
    Milan Kundera
  • “São precisamente as perguntas para as quais não existem respostas que marcam os limites das possibilidades humanas e que traçam as fronteiras da nossa existência.”
    Milan Kundera
Em destaque